Download Free FREE High-quality Joomla! Designs • Premium Joomla 3 Templates BIGtheme.net
Home / Discursos / Os dois países

Os dois países

Cenas como as que vi ontem, às oito da noite, a poucas centenas de metros da “casa da democracia” (Assembleia da República), de um casal com ar “normal” a vasculhar no lixo à procura da qualquer coisa que pudesse mitigar as suas necessidades, fazem avivar em mim a certeza de que, tristemente, temos dois países: aquele de ilusão, que nos é “vendido” pelos dos donos do Regime e o país real, que nos entra pelos olhos adentro.

Os “senhores da situação” e os lacaios da comunicação social, enchem a boca com as suas supostas “grandes conquistas” da liberdade, igualdade, progresso, riqueza, credibilidade e outras fantasias que tais. Só se isso se aplicar aos seus modos de vida, cheios de privilégios e mordomias…

Aquilo que vejo é bem o contrário: pensamento único, censura dissimulada, perda de soberania, venda do país a retalho, dívida externa, desigualdade crescente entre ricos e pobres, injustiça social, pobreza, emigração… falta de esperança no futuro!

Um “país” é o deles, de opereta, trágico-cómico, em que nem a Bandeira Nacional é respeitada, sendo hasteada ao contrário ou representada com castelos sem porta (imagem bem real daquilo que estão a fazer), ou pagodes chineses em seu lugar. Outro, é o Portugal que amo, que sofre, que é humilhado e espezinhado por eles e que urge resgatar.

Por detrás do país às cores que nos mostra a propaganda do Regime, aparece, de forma cada vez mais evidente, a crua realidade de tanta miséria, moral e material, cuja camuflagem escapa ao controlo do poder total desta gente que nos domina.

Felizmente, as coisas podem e vão fatalmente mudar. Mais cedo ou mais tarde!

Veja também

Manobras do BE e lóbi gay na escola

A chamada de atenção de um elemento da Direcção da Escola Secundária de Vagos, a duas …