Download Free FREE High-quality Joomla! Designs • Premium Joomla 3 Templates BIGtheme.net
Home / Notícias / Nacional / Imigração: o grande capital diz sim, o povo diz não!

Imigração: o grande capital diz sim, o povo diz não!

Portugal precisa de mais imigrantes e de menos portugueses a emigrar para ser sustentável”. A “conclusão” é de um estudo da Fundação Francisco Manuel dos Santos que afirma que se a tendência não for invertida, a população portuguesa ficará abaixo dos 8 milhões até 2060.

O sistema usa todos os argumentos possíveis para impingir aos portugueses a cassete dos “benefícios da imigração”. A Fundação Francisco Manuel dos Santos, que é na prática a Fundação Pingo Doce, cadeia de transmissão deste grupo económico, conhecido pelo seu anti-patriotismo e pela defesa dos baixos salários e exploração selvagem dos seus funcionários, tinha de estar na frente da propaganda, já que a vinda de imigrantes lhe pode dar mão-de-obra barata, escrava e instrumentos para chantagear os trabalhadores portugueses.

Claro que estas organizações conseguem sempre juntar um grupo de “peritos” dispostos a vender-se à sua agenda multi-cultural e globalizadora, mas os seus argumentos são muito fáceis de rebater. Se derem condições dignas de trabalho aos portugueses, que passam pela redução da carga fiscal, por melhores salários e garantias de emprego, os filhos aparecerão de certeza. Se, juntamente com isso, derem benefícios fiscais à medida que o casal for aumentando o número de filhos, estes também aparecerão. Se nos juros do crédito à habitação, o número de filhos for levado em conta, também não temos dúvidas que a prol aumentará. Se houver uma política de natalidade com apoios reais, tudo se resolve.

Além disso, por que não dar condições de regresso aos nossos jovens emigrantes que querem voltar? São muitos! E com habilitações académicas (38,1% têm Mestrado; 31,1% uma Licenciatura com quatro ou cinco anos; 15,1% um Doutoramento; 9,6% um Bacharelado ou Licenciatura de três anos e 6,1% o Ensino Secundário), bem qualificados e na idade mais fértil no que toca a ter filhos.

O sistema está mais preocupado em mandar vir imigrantes, do que em ajudar as famílias portuguesas ou os nossos jovens, que todos os dias empurra para fora do país.

Para o PNR, os portugueses estarão sempre em primeiro lugar. Para os partidos do sistema e para os empresários traidores, os interesses estarão sempre instalados; o lucro fácil, o enriquecimento à custa de Portugal e dos portugueses.

Está na hora de dizer basta! Junte-se a nós!

Veja também

Temos causas e coragem, eles têm os meios e o oportunismo

Tem sido muito mediatizado o candidato do PSD a Loures, André Ventura, por se apropriar …