Download Free FREE High-quality Joomla! Designs • Premium Joomla 3 Templates BIGtheme.net
Home / Notícias / Nacional / O “buraco” de Tancos

O “buraco” de Tancos

Granadas de mão ofensivas e munições de calibre 9 milímetros desapareceram de dois paióis, nas instalações militares dos Paióis Nacionais de Tancos, revelou o Exército, tendo afirmado, em comunicado, que foi detectada Quarta-feira, ao final do dia, a violação dos perímetros de segurança dos Paióis Nacionais de Tancos e o arrombamento de dois paióis. Mais tarde, também soubemos que desapareceram lança-granadas e que o sistema de vigilância electrónica estava avariado há mais de dois anos. A conta-gotas vamos sabendo de mais um caso que envolve falta de prevenção.

As culpas não podem ser assacadas só ao actual governo, mas é um facto que o laxismo e os cortes que fizeram, acabaram por ser a machadada final neste particular, como no particular de Pedrogão.

Como sempre, defendemos que a segurança começa pela aposta na prevenção e que, infelizmente, começa a ser um filho pobre, até nas nossas Forças Armadas.

A falta de pessoas, devido ao terminus do SMO (Serviço Militar Obrigatório) e à substituição da vocação à carreira militar por um emprego, a falta de investimento nas Forças Armadas, a perseguição que os jornalistas e muitos políticos do sistema fazem aos nossos militares, estão a transformar uma instituição outrora sólida e orgulhosa, em algo que não nos orgulha, nem orgulha certamente a maioria dos nossos militares. De facto, o panorama actual, com Ministros da Defesa que nunca vestiram uma farda, com o fim do SMO, com desinvestimento, com vigilância electrónica avariada e, mesmo que operacional, sem a vigilância humana, só nos pode fazer temer por mais e pior.

A preparação minuciosa do assalto e o facto da Embaixada dos Estados Unidos ter aumentado os níveis de segurança, levam a crer que possa ter sido um acto de cariz terrorista. Resta saber se para consumo interno ou externo.

Um país que tem as portas escancaradas e em que, entre os refugiados, já foram referenciados terroristas e que constrói mesquitas para refúgio dos invasores, pode agora tornar-se também num grande fornecedor de material de guerra ao terrorismo islâmico.

A culpa, essa, será mais uma vez «de um raio, de uma árvore ou de uma vedação»…

Veja também

Manobras do BE e lóbi gay na escola

A chamada de atenção de um elemento da Direcção da Escola Secundária de Vagos, a duas …